Depoimentos


Clique nos depoimentos para visualizá-los por completo.

É com muita satisfação que venho dar meu depoimento a respeito dessa Arte que conheci através da Maria Claudia Luna. Vi ali uma oportunidade de ajudar a… Leia Mais “Andréa Tavollasi – Dentista

Andréa Tavollasi – Dentista

Procurei o tratamento contigo por acreditar que estamos aqui neste planeta para evoluirmos e contribuirmos positivamente com este mundo. Eu tinha muitas dores de cabeça, nas pernas,… Leia Mais “Lilian Elias – Empresária 

Lilian Elias – Empresária 

Conheci a Arte Jun Shin Jyutsu através da Maria Claudia. Já tinha tido relatos de outras amigas em comum do quando lhes fizeram bem. Meu primeiro contato… Leia Mais “Carolina Rocha – Publicitária

Carolina Rocha – Publicitária

Meu AVC ocorreu em 2 de Outubro de 2015. O seu tratamento intensivo no começo foi fundamental ao processo, não só em relação a recuperação em si dos sintomas,… Leia Mais “Marcelo Campos – Incorporador Imobiliário 

Marcelo Campos – Incorporador Imobiliário 

Conheci a Arte Jun Shin Jyutsu através da Maria Claudia. Já tinha tido relatos de outras amigas em comum do quanto lhes fizera bem. Meu primeiro contato… Leia Mais “Carolina Sineme – Publicitária

Carolina Sineme – Publicitária

Fizemos uma sessão e realmente foi incrível. Na mesma semana o meu relacionamento com a minha filha mudou completamente. Parece que depois da minha sessão – e… Leia Mais “Cristiane Jean”

Cristiane Jean

Há 6 meses iniciamos sessões de Jin Shin Jyutsu, essa arte maravilhosa que harmoniza corpo, mente e espírito, e desde então venho colhendo os seus ilimitados benefícios.… Leia Mais “Flávia Dall’acqua – Dentista 

Flávia Dall’acqua – Dentista 

Estava há dias sem dormir direito, muitas preocupações e ocupações me deixavam esgotado física e mentalmente. O nível de ansiedade atingiu um patamar bem grande, não conseguia… Leia Mais “Luciano Mathias – Produtor Executivo

Luciano Mathias – Produtor Executivo

Conheci o Jin Shin Jyutsu através de um folder que minha fisioterapeuta me deu. Fiquei com este papel na frente do meu computador uns quatro meses. No… Leia Mais “Tatiana Schiliro”

Tatiana Schiliro

Comecei a fazer o Jin Shin Jyutsu porque estava obcecada por alcançar um objetivo e queria tentar algo novo que pudesse me ajudar a chegar lá. O… Leia Mais “Daniela Cilliers – Empresária 

Daniela Cilliers – Empresária 

Depois de pouco mais de 15 anos de amizade, tenho acompanhado a trajetória da terapeuta Maria Claudia pelo universo do Jin Shin Jyutsu com admiração e curiosidade.… Leia Mais “Malu Maradei – Arquiteta 

Malu Maradei – Arquiteta 

Hoje realmente posso constatar a grande mudança em minha vida após ter tido o primeiro contato com essa arte de harmonização de corpo, mente e espírito. Todos… Leia Mais “Luciane Katz – Fisioterapeuta 

Luciane Katz – Fisioterapeuta 

Hoje realmente posso constatar a grande mudança em minha vida após ter tido o primeiro contato com essa arte de harmonização de corpo, mente e espírito. Todos os sintomas de medo, angústia e aprisionamento que tanto em mim persistiam foram sanados. Além dos sintomas físicos, como as constantes taquicardias, enxaquecas e dores de estômago causadas pelo estresse frequente, ao final mesmo de cada sessão já diminuíam quase que completamente, ou, simplesmente sumiam, como um “passe de mágica”. Hoje me sinto completamente fortalecida, com o meu emocional equilibrado e até minha espiritualidade mais evoluída. Amo demais fazer as sessões, pois tenho certeza que a cada sessão me torno um pouco melhor. O avanço foi realmente muito grande e me sinto muito plena e feliz. Recomendo demais a qualquer pessoa que esteja buscando melhorar sua qualidade de vida: fisicamente,  mentalmente, consigo mesma e com o mundo. É uma experiência espetacular!

Voltar

Luciane Katz – Fisioterapeuta 

Fizemos uma sessão e realmente foi incrível. Na mesma semana o meu relacionamento com a minha filha mudou completamente. Parece que depois da minha sessão – e olha que foi só a primeira – ela começou a me aceitar. A cada dia que passa ela está mais carinhosa e agora estamos sempre conversando e negociando. O problema que eu achei que estava nela, estava em mim. Eu estava bloqueando nosso contato. E não foi só nisso que melhorou minha vida, também estava com um problema no ombro que já tentei fazer diversos tratamentos e nenhum obtive resultado. E com as sessões de Jin Shin Jyutsu não tive mais dores no ombro. Senti que o Jin Shin Jyutsu é um tratamento maravilhoso que trata tanto o físico como o emocional.

Voltar

Cristiane Jean

Meu AVC ocorreu em 2 de Outubro de 2015. O seu tratamento intensivo no começo foi fundamental ao processo, não só em relação a recuperação em si dos sintomas, mas também no apoio psicológico e espiritual, no sentido de que não deveria me desanimar e ter fé de que tudo iria voltar ao normal.  O Jin Shin Jyutsu realizado por você me trouxe foco, e esclarecimento desta relação entre o corpo e a mente.

Voltar

Marcelo Campos – Incorporador Imobiliário 

Há 6 meses iniciamos sessões de Jin Shin Jyutsu, essa arte maravilhosa que harmoniza corpo, mente e espírito, e desde então venho colhendo os seus ilimitados benefícios. Já com 40 anos de idade e com algumas limitações fisiológicas impostas pelo tempo de vida, estou gerando um bebê muito desejado. Estamos fazendo um trabalho lindo não apenas para os meus sintomas de gravidez, como gastrite, azia, dores de cabeça, medos, inseguranças, como trabalhando todas as profundidades da evolução mês a mês do meu bebê. É incrível como me sinto melhor com a aplicação desta arte e a beleza de tudo isso é a nossa auto-cura. Tenho apenas que agradecer por ter a grande oportunidade de ter conhecido essa arte e mais ainda, de existirem pessoas tão dedicadas na doação da cura e que se entregam nessa jornada pelo próximo como você.

Voltar

Flávia Dall’acqua – Dentista 

É com muita satisfação que venho dar meu depoimento a respeito dessa Arte que conheci através da Maria Claudia Luna. Vi ali uma oportunidade de ajudar a minha filha, que com 19 anos, estava passando por uma fase de muitas escolhas, o que estava gerando nela uma ansiedade, comum nessa idade, mas angustiante para quem está passando e para quem está acompanhando. Tudo isso gerava dores e sintomas físicos e emocionais, e então, quando começaram as sessões, parece que enxergamos uma luz! Já no primeiro dia a Bia voltou diferente, leve, de corpo e de alma, sem dores, sem queixas e com outro semblante.Continuamos com as sessões, que só faziam bem e a tornavam uma pessoa melhor a cada dia, muito mais segura, muito mais centrada, sem as dores do corpo e da alma. Então, só queria deixar meu depoimento sobre o quanto essa arte foi maravilhosa para minha filha e para todos que convivemos com ela. Hoje vejo brilho nos olhos dela e é esse mesmo brilho que vejo em você, Maria Claudia. Continue levando esse dom a outras tantas pessoas.

Voltar

Andréa Tavollasi – Dentista

Conheci a Arte Jun Shin Jyutsu através da Maria Claudia. Já tinha tido relatos de outras amigas em comum do quanto lhes fizera bem. Meu primeiro contato foi em uma vivência que a Maria Claudia fez num sábado. Para a minha surpresa, só de conhecer um pouco mais sobre a arte e fazer algumas auto-aplicações neste dia, me senti muito bem. Imediatamente senti a vontade de marcar uma sessão. Hoje já estou indo para a minha terceira e a cada semana me sinto melhor. Estou mais aberta para a vida, mais entusiasmada, mais confiante e feliz. Os problemas do dia a dia no trabalho já não me deixam uma pessoa ranzinza. Interessante como quando você não se desespera a solução é muito mais fácil de se enxergar. Certamente ainda tenho muito a evoluir e estou muito interessada em descobrir o quão mais o Jin Shin Jyutsu pode me fazer uma pessoa melhor.

Voltar

Carolina Sineme – Publicitária

Estava há dias sem dormir direito, muitas preocupações e ocupações me deixavam esgotado física e mentalmente. O nível de ansiedade atingiu um patamar bem grande, não conseguia dormir sem que tivesse palpitações, dores no peito e falta de ar. Mesmo tentando respirar fundo, não conseguia administrar a ansiedade. Depois da primeira sessão, a sensação de alívio e tranquilidade foi indescritível, demorei uma hora para conseguir me levantar de tão relaxado que fiquei. O sono melhorou instantaneamente e as palpitações regrediram progressivamente. Sou muito grato e recomendo.

Voltar

Luciano Mathias – Produtor Executivo

Procurei o tratamento contigo por acreditar que estamos aqui neste planeta para evoluirmos e contribuirmos positivamente com este mundo. Eu tinha muitas dores de cabeça, nas pernas, e joelhos. Emocionalmente eu sentia muita angústia e tristeza como se eu estivesse sozinha no mundo e desamparada. Como eu estou agora após 4 mêses de tratamento semanal: minhas dores nas pernas se foram, meus joelhos melhoraram e minhas dores de cabeça são muito mais esporádicas. Acredito muito nesta arte maravilhosa Jin Shin Jyutsu. Obrigada, Maria Claudia, de coração por sua dedicação e determinação em ser um instrumento de praticar essa arte, e parabéns pela sua busca incessante por mais aprimoramento sobre os conceitos desta arte que ajuda a melhorar a vida de tantas pessoas.

Voltar

Lilian Elias – Empresária 

Conheci a Arte Jun Shin Jyutsu através da Maria Claudia. Já tinha tido relatos de outras amigas em comum do quando lhes fizeram bem. Meu primeiro contato foi em uma vivência que a Maria Claudia fez num sábado. Para a minha surpresa, só de conhecer um pouco mais sobre a arte e fazer algumas auto-aplicações neste dia, me senti muito bem. Imediatamente senti a vontade de marcar uma sessão.  Hoje já estou indo para a minha terceira e a cada semana me sinto melhor. Estou mais aberta para a vida, mais entusiasmada, mais confidante e feliz. Os problemas do dia a dia no trabalho já não me deixam uma pessoa ranzinza. Interessante como quando você não se desespera a solução é muito mais fácil de se enxergar. Certamente ainda tenho muito a evoluir e estou muito interessada em descobrir o quão mais o Jin Shin Jyutsu pode me fazer uma pessoa melhor.

Voltar

Carolina Rocha – Publicitária

Comecei a fazer o Jin Shin Jyutsu porque estava obcecada por alcançar um objetivo e queria tentar algo novo que pudesse me ajudar a chegar lá. O mais legal foi que com o Jin Shin Jyutsu, eu fiquei mais tranquila e calma para aceitar que as coisas não acontecem exatamente na hora que a gente quer. Ainda tenho o mesmo desejo, mas deixou de ser uma obsessão. Hoje tenho mais confiança de que estou fazendo o que eu posso e que uma hora tudo vai dar certo. Até meu marido percebeu que eu estou mais feliz e mais relaxada. Claro que tenho momentos ruins, mas eles são menos intensos e duram menos tempo do que antes. Isso para mim foi o melhor de tudo. Não dá para controlar as coisas que acontecem, mas dá para saber lidar melhor com elas.

Logo que comecei o Jin Shin Jyutsu mudei de país e agora faço minhas sessões semanais por Skype. Tem funcionado super bem. Consigo sentir o mesmo relaxamento depois de cada sessão. As vezes, a Maria Claudia precisa me acordar porque eu durmo fazendo a auto-aplicação. Comecei a aplicar o que ela me ensinou na minha filha, pois ela estava acordando no meio da noite desde que nos mudamos. Logo na primeira vez que eu fiz, ela já voltou a dormir a noite inteira. Incrível!

Voltar

Daniela Cilliers – Empresária 

Depois de pouco mais de 15 anos de amizade, tenho acompanhado a trajetória da terapeuta Maria Claudia pelo universo do Jin Shin Jyutsu com admiração e curiosidade. Nunca tinha ouvido falar dessa prática. A nossa amizade me fez dar um voto de confiança e experimentar.

Nunca perdi a esperança de encontrar a solução para a dor crônica que tinha no abdômen há anos. Costumo dizer que minha enxaqueca era no abdômen (na altura do estômago) pelo menos uma vez por mês. Doía tão forte que me deixava de cama. Muitas vezes, nem com analgésicos ela sumia. Durava em média até 3 dias.

Experimentei vários médicos, remédios e muitos exames que não fechavam diagnóstico além de dietas alimentares. Recorri a outras terapias não convencionais, que buscam o equilíbrio da nossa energia vital. Às vezes aliviava um pouco, mas nada eliminou isso de mim.

Mesmo morando fora de São Paulo, comecei meu tratamento com a terapeuta Maria Claudia me ensinando a autoaplicação envolvendo os dedos das mãos diariamente. Então comecei a sentir alívio nas sensações de ansiedade e nas preocupações que tinha logo que acordava. Já fiquei impressionada. Quando apareceu a oportunidade, marquei uma sessão presencial com ela em São Paulo.

Voltei com lições de casa: Autoaplicação diária. Animada, me sentindo otimista e duvidando ao mesmo tempo: Será que depois de tanto tempo eu estava encontrando o caminho do meu equilíbrio?

Sim, encontrei. Apenas três meses depois comemorei: 82 dias sem dor. Nesses três primeiros meses, não só a dor sumiu, mas me senti capaz de controlar melhor minhas emoções. Quando a dor voltou, foi diferente. Não doeu tanto, não precisei tomar analgésicos, apenas aumentei a frequência das autoaplicações. Aprendi que preciso de mais sessões presenciais, pois sei que me ajudarão ainda mais.

Como já tinha ouvido falar em outras práticas terapêuticas, a cura está em nós, mas eu não sabia o que isso realmente significava até conhecer o Jin Shin Jyutsu.

Malu Maradei – Arquiteta 

Conheci o Jin Shin Jyutsu através de um folder que minha fisioterapeuta me deu. Fiquei com este papel na frente do meu computador uns quatro meses. No começo deste ano, estava fazendo meditação e bem angustiada, me veio a imagem do papel na cabeça, terminei a meditação e liguei para a terapeuta Claudia. Por coincidência ela mora no mesmo condomínio que eu, marquei e amei!

Comprei o livro, O Toque da Cura, e comecei a ler. Comecei a dormi melhor, minha ansiedade passou e comecei a fazer diariamente as autoaplicações em casa. Um dia de madrugada acordei com o nariz bem entupido sem poder dormir, perdi o sono, fiz algumas autoaplicações que ajudam gripe e simplesmente meu nariz desentupiu no exato momento que comecei a fazer e dormi em paz.

Nas sessões que fiz, fico tão relaxada que não sinto as mãos da terapeuta Claudia. Está sendo uma experiência maravilhosa.

Beijos e obrigada por essa incrível experiência.

Tatiana Schiliro